segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Quisera eu entender o amor...




O amor pode ser doce em determinados momentos, em outros te machucar e em outros pode te fazer perder o chão. Para mim, é o sentimento mais complexo do mundo, até porquê ele é um misto de todos os outros: a alegria, a saudade e assim por diante. Acho até que quem não passou por todos os sentimentos nunca amou de verdade.
E a gente briga por que ama? Sinceramente não sei. Odeio brigar, aliás, já me disseram que eu não sirvo para brigar. Meu coração se despedaça e como sou intrínseca, sofro sozinha por dentro. Então vem a fase da tristeza, fico me perguntando se tudo foi realmente necessário ou se minutos foram desperdiçados. A fase da saudade toma conta, vem aquele anseio por um beijo e um abraço da pessoa amada, lhe dizendo que tudo vai ficar bem.
Apaixonamo-nos por quem menos esperamos, um amigo, amigo do amigo, um vizinho, alguém que você conheceu por um acaso. E por que razão se apaixonar? Existe um cupido? E o amor de verdade é aquele que dura para sempre? E se as pessoas mudam com o passar dos anos é como se nos apaixonássemos a cada dia por "outra pessoa"?
Complexo?! Ah, se é. Por estas e outras que: quisera eu entender o amor...

2 comentários:

  1. Ai mano...Um bom texto. Gostei do formato. As fotos, os textos. Soube...!

    ResponderExcluir